Apoiando sua equipe nas reuniões individuais de pais

Home Apoiando sua equipe nas reuniões individuais de pais

As reuniões individuais de pais numa escola de Educação Infantil podem ser uma época cheia de expectativas. Algumas professoras podem ter medo das reações que vão causar, empolgação para mostrar o progresso das crianças, ansiedade para ouvir como tem sido o trabalho com um profissional de fora da escola que foi sugerido como apoio, e outras emoções ao preparar ou pensar nas reuniões.  

Esse momento, que normalmente acontece nos últimos dias do ano escolar, é que vai dizer como o ano letivo foi para as famílias. É uma pressão grande e demanda preparação e dedicação em uma época do ano que a equipe inteira, inclusive você, coordenadora, está exausta. Mas é quando todo mundo precisa finish strong, e você precisa ajudar a equipe a mostrar o trabalho imenso feito com as crianças ao longo do ano!  

Você, coordenadora, tem um papel fundamental nesses momentos entre professoras e pais! Estas são algumas formas de você apoiar sua equipe:

  • Deixar as reuniões previamente agendadas. Para a professora, saber a ordem dos atendimentos a ajuda a preparar-se mentalmente, além de ajudá-la a reduzir a ansiedade e cadenciar o ritmo de trabalho. Você pode fazer os agendamentos por qualquer meio: eletrônico ou papel e caneta e por qualquer organização: pais fazendo os agendamentos ou a escola fazendo os agendamentos pelos pais.

  • Deixar um break a cada 2 reuniões. Mesmo se for 10 minutos! Quem já foi professora sabe o que é reunião de pais back-to-back sem um respiro e com anotações para serem feitas e necessidades básicas para cuidar. Deixe esses minutos não só como amortecimento caso uma reunião atrase, aí precisa de mais tempo para esse break, mas para a professora respirar, ir ao banheiro, levantar, tomar água e se preparar para uma próxima reunião, escrever anotações, pegar o feedback imediato da parceira que esteve presente etc. 
  • Garantir que duas pessoas da escola participem da reunião. Preferencialmente a professora parceira, nos casos de escolas bilíngues, ou assistente da sala para acompanhar a reunião. Para quê? Para preencher a pauta de reunião durante o encontro, ser testemunha da reunião e servir de apoio emocional para a professora. Se isso não for possível, organize um grupo de professoras em uma sala grande, separado em mesas diferentes, para atendimento aos pais. Assim, elas terão o apoio umas das outras. Isso é importante para resguardar a equipe e os relacionamentos com as famílias! 
  • Organizar espaços apropriados para reuniões com adultos. Nem as professoras nem os pais devem sentar em cadeiras feitas para crianças de 3 anos nas reuniões. Isso é um cuidado que temos que ter com o corpo de todos os adultos envolvidos. Se a escola não tiver cadeiras adequadas, é hora de pensar em alternativas, como alugar cadeiras e mesas de apoio para esses dias importantíssimos. 
  • Imprimir as pautas de reunião de pais. Uma prática imprescindível é o registro da reunião de pais. É o momento de discutir o desenvolvimento da criança e muitos combinados são feitos nas reuniões. Cada professora deve ter uma pauta para cada reunião e, ao final, esse documento se transforma em uma ata do que foi discutido e acordado. Imprimir e distribuir essas fichas é uma grande ajuda para uma época muito corrida. 
  • Fazer reuniões simuladas. Especialmente para professoras novas, inexperientes ou inseguras, realize uma ou duas reuniões para simulação, criando cenários possíveis e elaborando juntas boas respostas. Assim a professora entra na reunião se sentindo mais preparada. 
  • Estar presente nas reuniões difíceis. Você já sabe em que reunião sua presença pode fazer toda a diferença. Entre em todas aquelas que for necessário usar esse poder a favor do desenvolvimento da criança ou para dar o apoio necessário a uma família fragilizada ou a uma professora insegura ou que pediu sua presença. Lembre-se de sempre estar presente nas reuniões em que haja um encaminhamento!
  • Ajudar a controlar o tempo. Não tem nada mais chato do que uma reunião atrasar após a outra. Quando você não estiver nas reuniões delicadas, ou se tiver alguém sem um papel definido que possa fazer isso, defina um árbitro que acompanhe os horários das reuniões. Como todos nós sabemos, existem professoras (e pais) que extrapolam no horário e precisam de lembretes para cumpri-lo. 

Veja quantas possibilidades você tem para apoiar esses dias tão importantes!

Imagino que, quando você para e pensa na sua realidade local, você consiga pensar em mais algumas. E é isso mesmo! Aqui é só um começo.

Quer saber como outras coordenadoras fazem suas reuniões e lidam com outras partes do seus trabalhos?

A Bilinguistas oferece uma mentoria em grupo e a cada semestre abordamos um novo tema para elaborar umas com as outras. É uma maneira de tornar um trabalho que muitas vezes é solitário em uma experiência compartilhada.

Clique aqui e veja mais detalhes!

ÚLTIMOS POSTS

TAGS

brincadeira bilíngue brincar bilíngue Coordenação Bilíngue Coordenação Pedagógica Curso bilingue Curso de Extensão Educação Infantil bilíngue free play Gestão Escolar Gestão Pedagógica livre brincar Planejamento Planejamento bilíngue Professora Bilíngue Professora Educação Infantil Práticas pedagógicas Reunião de Pais Vida de Professora Well-being

Blog at WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: